Fórum 1001Blogs - Amostras Gratis, Passatempos e Oportunidades!
Olá Convidado, seja bem-vindo ao Fórum 1001Blogs,

Neste Fórum podes ganhar:
1) Amostras Grátis
2) Prémios ao participar em Passatempos Online
3) Dinheiro com várias Oportunidades partilhadas por vários membros.

Para teres acesso ao conteúdo tens que ter o registo completo. Só após validação no teu email, é que poderás fazer o Login! Inventa um Username original, caso contrário, poderás ter erro no registo.

Vê o video para facilitar o registo - https://www.youtube.com/watch?v=g4-p3a4pUGQ



Atenciosamente,

1001Blogs - Pedro Diogo Freitas
APLICATIVO GRÁTIS
Últimos assuntos
» [Provado] Questionários Online - Ganha Vouchers Continente - [Várias Provas]
Hoje à(s) 2:06 am por vazevedopt

» Passatempo A Pipoca Mais Doce-três casinhas natalícias-07-12-2016
Ontem à(s) 11:24 pm por BetaMPMF

» Passatempo de Natal WildSide-Mochila-16-12-2016
Ontem à(s) 11:23 pm por BetaMPMF

» Passatempo BabyTime-prémios-14-12-2016
Ontem à(s) 11:19 pm por BetaMPMF

» Passatempo Escola Virtual- livro "A Pequena Rena Salva o Natal"-18-12-2016
Ontem à(s) 11:18 pm por BetaMPMF

» Passatempo Mãemórias - Livro de colorir para crianças - 15.12.2016
Ontem à(s) 11:16 pm por dezembro

» Passatempo 1001Blogs + Banggood - Colunas de Som à Prova de Água - 11-12-2016
Ontem à(s) 11:11 pm por dezembro

» Passatempo Aromáticas Vivas-cabaz de produtos-23-12-2016
Ontem à(s) 11:10 pm por BetaMPMF

» Passatempo Amarelo Azeitona- golinha infantil-20-12-2016
Ontem à(s) 11:08 pm por BetaMPMF

» Passatempo Clamp- par do botim NANCY-18-12-2016
Ontem à(s) 11:06 pm por BetaMPMF

» [Provado] FanSlave - Ganha Dinheiro com o Facebook - [Pago várias vezes]
Ontem à(s) 10:53 pm por Bruno Ferreira

» Passatempo Escola Virtual-livro "O Menino-Estrela"-11-12-2016
Ontem à(s) 6:53 pm por sindyzinhaaaa

» Passatempo My Dream Baby L, blog.-voucher de 50,00 €-20-12-2016
Ontem à(s) 6:53 pm por sindyzinhaaaa

» Passatempo Escola Virtual-livro "O Principezinho para crianças"-11-12-2016
Ontem à(s) 6:52 pm por sindyzinhaaaa

» Passatempo DiliciousBlush-conjunto-17-12-2016
Ontem à(s) 6:50 pm por sindyzinhaaaa

Parceiros Oficiais


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada





Publicidade

A nossa poesia

Página 4 de 17 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10 ... 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Qui 02 Jun 2011, 2:10 am

komodore escreveu:
Dana_bebek escreveu:Yeah, you know... i've been missing you for too long.....


E poderia deixar-te esta carta em branco somente e únicamente cerrada com tal comum e vulgar palavra, essa tal de Saudade, sem nada mais a dizer-te pois tu sabes o quão vasto pode ser o diálogo entre o meu olhar e a tua alma, e ambos sabemos que não é o nosso tempo ou destino.

Mas existe aquela tal connection, que não temos como explicar, mas que faz queimar o peito, e Dawn, como se vê no nosso olhar!

E eu revejo, os momentos, os silencios que poderiam ser constrangedores e que nunca o foram, pois todos eles foram sempre ocupados pelos gestos, as trocas de olhares que tinham tanto para dizer e que gritavam no silencio do nosso tempo juntos, o quanto queriamos que o tempo fosse outro, e tudo fosse diferente, e testamos os nossos limites e quase forçamos barreias, pois sentimos que havia algo mais, algo que não se explica, a quimica, a vontade, o desejo, tudo quanto somente o coração, essa persona não grata, o saberia explicar!

E despimo-nos de preconceitos, e assumimos o quanto era real, o sentimento mutuo, a atracção quase que fatal, mas soubemos seguir em frente.

Hoje, ainda sou capaz de sentir o friozinho na barriga ao pensar em ti, e sentir as pernas bambas quando sei que estaremos no mesmo espaço, no mesmo tempo, inda que não o nosso, inda que não desta vez.

E como te disse naquela nossa última noite juntos: não hoje, mas numa outra próxima vida, quem sabe o destino ainda nos junta, num mesmo caminho onde somente nós os dois caminhemos, e seja o nosso tempo de tornar real todos os desejos..." all the love " as you said before.... e não mais precisemos de nos envergonhar pelas trocas de olhares e a vontade de beijar, e aí tudo parecerá correcto, e inevitável.


Que ela te guarde no olhar, com a mesma ternura que eu te guardo no coração... todos os dias, e sempre.... um destes dias, vemo-nos por aí.....

luv xxx


Naquela manhã de brisa solarenga, retorno ao teu olhar com ímpeto de amor louco, e assim, começo a escrever mais um episódio que se irá passar comigo..

Percorri a pé milhas e milhas para o teu encontro, na esperança viva de estares à espera de mim. Avisei-te da minha partida, and since i've met you, não pessoalmente mas literaturamente possível, é uma dor no peito que não se afoga à menor razão.

Ainda me lembro dos meus 18 anos, meus tempos inocentes, desconhecendo o amor carnal e acreditando que o amor é para a vida. Lembro-ma da rapariga que me roubou o coração na altura, e me roubou a preciosidade que estava destinada àquela mulher certa. Era a única coisa que tinha certeza que só a tinham quando eu quisesse. Mas recordo-me do momento. Meses antes de enveredar por uma carreira de armas e eu não passava de um mocinho inocente e sem complexos.

Hoje mantenho o sem complexos, a parte do inocente, bem.. tem dias.

Lembro-me do que chorei quando perdi um familiar meu a nada me dizia mas por ele tudo sentia. De um toque de piano afagado enquanto servia ao balcão.

Recordações, essa saudade, miss somthing or someone..

E como tal, não te esqueço, seja por saudade, ou por saber que serias a pessoa certa da minha preciosidade..

Apenas te posso relatar um pensamento vão de oferendas vãs:

Um amor não se perde nem se conquista, um amor, simplesmente, nasce.

Um amor nasce....

num olhar,
num gesto,
numa troca de carinhos....

um amor sabe permanecer...

no coração de quem nao esquece,
no olhar de quem se vai,
na saudade de quem não voltará mais....

um amor parte...

no peito de quem já não gosta mais,
na amargura de quem perdeu aquela part'alma
na ansia de quem ainda não sabe por onde andará...

um amor nasce... mas são poucos os que sabem onde ele vive!

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Qui 02 Jun 2011, 2:12 am

O amor não vive no nosso coração, mas sim sobrevive no nosso sentimento por alguém..

O amor, esse sentimento nefasto que nos cria angústia, incómodo, nervosismo, acelera o batimento, faz-nos ver estrelas...

O amor.. onde mora? Onde vive?

Em cada um de nós e em cada palavra que te escrevo.

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Sex 03 Jun 2011, 4:08 am

Baby, my darlin, my sweet, sweet boy...
Voltei a ouvir a nossa canção........

E sabes, desta vez, foi como todas as outras,
pensei em ti, naquele feeling, naquela vibe!

And you know, i think so, we'll come back to this place once again,
and then, we'll have, all the time that we wish we had...
but this time, it will be...alrigth, we'll catch all the lost time!

Escuta!
Ouves o verso da canção?!
Oh, eu sei.... sempre foi essa a tua intenção!
Tenho-o sempre no meu pensamento:
"é forte demais para deixar que ela se afaste da nossa vida"
e nós não queriamos que ela se afasta-se, mas não podemos negar
que era assim que teria que ser, era o mais correcto a fazer.

"close to you, far, far away from everything"
Once again i say:
Baby, my darlin, my sweet, sweet boy...my soulmate!

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Sex 03 Jun 2011, 4:36 am

A PEDIDO DE UM LOUCO!



- Vem comigo a Paris!!!
Faz a mala, fica pronta, não penses em nada, apenas vem!


- E eu fui....

ainda que só em sonho,
fui contigo até Paris,
jantamos ás luz de velas no Le Saut du Loup,
como tu sempre dizias;
"jantar e depois regalar as vistas"
e depois regalá-mos e encantamo-nos,
e ficamos perdidos pelos jardins do Carrousel,
perdidos por entre risos, instantes efémores, contos de mel....
E vimos o Sena, e espreitámos o Louvre,
e gritámos do alto da Eiffel... mas essencialmente ficamos juntos....
Ficamos juntos, cada um no seu recanto,
apenas olhando nos olhos
deitados numa mesma cama,
sem um único toque trocar,
nem um tão somente beijo dar,
calamos todas as palavras que queriam gritar,
"que os teus olhos já me beijam e os meus a ti tudo te confessam!"
E as horas se passaram, e um novo dia nasceu...
Na "nossa Paris, a dos eternos amantes"
inda que nunca o tenhamos sido,
inda que nunca o possamos vir a ser!

"Ma belle, mon amour, tout et tout pour toi....
Mon essence.. l'essence de mon âme!"

- Eu sei, sei que não virás, mas um dia, ainda iremos... á nossa, somente nossa, A Amante, Paris!

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Sex 03 Jun 2011, 4:48 am

Chegas á ponta do meu nariz



" Chegas á ponta do meu nariz "
E ali no meio daquela rua já escura,
estava eu de salto alto,
quase tocando a minha boca na tua!

E o que fiz?..
Nada, ora essa!
Que havia uma promessa,
que tinha que se cumprir!

E olhamo-nos nos olhos,
e eu sentia o teu respirar,
teus braços a me abraçar,
e uma enorme vontade de beijar!

"não tenhas medo,
deixa-te levar,
prometo-te, vais gostar"
e como eu me queria deixar levar....

"Chegas á ponta do meu nariz,
mas eu já te poderia beijar"
E sorrimos, e rimos,
e ficámos só pelo desejo,
de um beijo,
mais profundo que o do olhar,
mais forte que o verbo amar!

"Sabes, este momento, aqui contigo, foi já mais que perfeito"

Foi perfeito e por isso, eu nunca o esqueci....

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Sab 04 Jun 2011, 2:40 am

Dana_bebek escreveu:Chegas á ponta do meu nariz



" Chegas á ponta do meu nariz "
E ali no meio daquela rua já escura,
estava eu de salto alto,
quase tocando a minha boca na tua!

E o que fiz?..
Nada, ora essa!
Que havia uma promessa,
que tinha que se cumprir!

E olhamo-nos nos olhos,
e eu sentia o teu respirar,
teus braços a me abraçar,
e uma enorme vontade de beijar!

"não tenhas medo,
deixa-te levar,
prometo-te, vais gostar"
e como eu me queria deixar levar....

"Chegas á ponta do meu nariz,
mas eu já te poderia beijar"
E sorrimos, e rimos,
e ficámos só pelo desejo,
de um beijo,
mais profundo que o do olhar,
mais forte que o verbo amar!

"Sabes, este momento, aqui contigo, foi já mais que perfeito"

Foi perfeito e por isso, eu nunca o esqueci....

Simplesmente adorei..

:palmas:

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Sab 04 Jun 2011, 4:12 am

komodore escreveu:
Dana_bebek escreveu:Chegas á ponta do meu nariz



" Chegas á ponta do meu nariz "
E ali no meio daquela rua já escura,
estava eu de salto alto,
quase tocando a minha boca na tua!

E o que fiz?..
Nada, ora essa!
Que havia uma promessa,
que tinha que se cumprir!

E olhamo-nos nos olhos,
e eu sentia o teu respirar,
teus braços a me abraçar,
e uma enorme vontade de beijar!

"não tenhas medo,
deixa-te levar,
prometo-te, vais gostar"
e como eu me queria deixar levar....

"Chegas á ponta do meu nariz,
mas eu já te poderia beijar"
E sorrimos, e rimos,
e ficámos só pelo desejo,
de um beijo,
mais profundo que o do olhar,
mais forte que o verbo amar!

"Sabes, este momento, aqui contigo, foi já mais que perfeito"

Foi perfeito e por isso, eu nunca o esqueci....

Simplesmente adorei..

:palmas:



:tiphat1:

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Sab 04 Jun 2011, 2:51 pm

Mais que uma vez,
Retornei ao ponto de encontro,
Onde te conheci pela primeira vez...

E te reconheci uma vez mais...

Uma vez mais,
Voltei ao início,
Onde tudo começou,
Onde olhei para ti pela primeira vez,
E por ti me apaixonei..

Uma e outra vez,
Me perdi em ti,
No teu olhar,
No teu cheiro,
No teu ser..

E descobri que o amor, apesar de improvável, tende a acontecer, a todo e a qualquer um de nós.

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Dom 05 Jun 2011, 5:19 pm

E acendo mais um cigarro enquanto me debruço sob a janela e olho o vasto que me rodeia, e a minha tamanha insignificância no meio deste pedaço de chão sem esperança, sem tudo, sem nada....
E enquanto dou mais uma passa no cigarro já meio corrompido pela sede de sabedoria que pensei nele encontrar, penso para mim mesma o quão miserável pode um destino ser, se não sou eu quem o comanda, e não sei quem o por mim faz!
E eis que surge uma momentânea solução... apago o que resta de mim, enquanto fecho a persiana, e me atiro na cama, na vaga esperança, que quando voltar a abrir os meus olhos, tudo seja claro quanto a luz do amanhecer, tão nítido quando o cigarro esborratado no chão!....

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Dom 05 Jun 2011, 11:25 pm

Conduzi sem rumo, e os meus lábios foram apoderados por um incessante sorriso. Conduzia de lés a lés, tentando apagar este sorriso e foi quando me entreguei de alma e coração. No fim, tudo se resume a isto. À entrega a outra pessoa.

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Seg 06 Jun 2011, 2:50 am

E sorvo um trago mais de vinho, já como que meio aquecido pelo quente da minha mão e acendo o último cigarro, enquanto olho o horizonte, na esperança que entre um e outro algo mude.
E nada muda, e tudo fica diferente, e lanço-me ás chaves do carro e saio por essas ruas feias e denegridas, em busca de algo, que não sei ainda onde encontrar, mas ainda assim eu busco, quem sabe, uma certeza, numa curva, num qualquer troço de estrada sem saída, e vou assim por aí, por esses lugares recôncavos, perdidos, tal como eu, tal como a minha vida....
E dou conta que vim de novo parar ao mesmo caminho, a mesma estranha semi destruída em que comecei a minha viagem, a minha vida acidentada... onde provavelmente terei de continuar....

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Seg 06 Jun 2011, 3:48 pm

Incomoda-me que a última lembrança que possuo da tua pessoa seja uma face como que enevoada pelo tempo e pela minha cabeça, apenas os traços fortes de quem tu foste ficaram marcados em mim:
o teu cabelo com aquele corte tigelinha que eu detestava profundamente e do qual tu tanto te orgulhavas, a cor dos teus olhos castanho avelã, que eu invejava todas as vezes que os via, o seres mais alto que eu, mesmo quando tentavas ficar olhos nos olhos comigo e dizias que eras apenas um menino....eras já tu um homem!...
lamento muito ter-te perdido tão mais cedo que imaginava, e lamento também na correria daquela despedida, soubesse eu que seria a última, não te ter dado aquele abraço apertado que tanto queria...
lamento que a minha cabeça veja apenas uma imagem semi perfeita daquele adeus atirado da porta de um autocarro que te levava depressa demais do nosso reencontro tão fugaz...
lamento, mas já lamentei tantas vezes antes, que decidi trocar todos os meus lamentos de tudo em ti que esqueci e trocá-los pelo magnífico por do sol, em que semi desnudado, enrolado numa simples toalha de praia, me lançavas os braços num abraço apertado, e me pedias um beijo....de todas as tristezas que a tua partida deixou em mim, foram as alegrias que me permitis-te sentir e nunca esquecer com o tragico passar dos anos, que permanecem sempre em mim, e na lembrança da pessoa linda que foste e que eu tive a grande oportunidade de conhecer e ter na minha vida, inda que somente em pequenos momentos efemores, mas eternos.

A ti, somente a ti, meu querido, meu Flávio, um doce e terno beijo, como aquele que tanto me pedias....


Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por qiu em Seg 06 Jun 2011, 5:07 pm

quem sabe não conta
e quem contou nunca saberá
e quem podia contar já se foi
a magoa é grande
o sofrimento muito
o sorriso forçado
a alma triste
o pensamento forjado
o sentimento esse nunca fingido


Wink

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Seg 06 Jun 2011, 9:39 pm

Chora por mim algumas lágrimas,
Não de dor e fel,
Não de alegria e mel,
Mas de satisfação,
De regozijo e emoção.

Chora a teu belo prazer,
Quando todas as rosas no chão caírem,
E ao pisares os seus estilhaços,
Também tu cairás na realidade.

Chora mas não te rias,
É demasiado para mim querer o absurdo,
Querer o dito por não dito,
E o feito por não feito,
O concretizado e idealizado,
Por troca o enfatizado e o descrito.

Chora,
Como de baba e ranho se tratasse,
Chora quando por mim sofres,
Chora ao ver-me chorar,
Mas chora, e verás que não saio daqui sozinho..

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Dom 12 Jun 2011, 2:14 am

E o sorriso pura e simplesmnete desvanece-se, e o peito aperta de mágoa, nos olhos escorrem lágrimas, e na mente o ambiguo pensamento de ódio e descontentamento...
O corpo desfaz-se em cinzas, enquanto a mente arde de insatisfação e arrependimento, e eu debato-me com a força de vontade, de tentar ser diferente, ainda que sem saber ainda como mudar.
E como tantas outras vezes mais, penso que nunca mais irá acontecer, que farei tudo diferente, e eis que ainda assim sabendo ser mentira, ainda que sabendo que tudo será sempre o mesmo.
E levo á boca mais um cigarro, e com um último bafo, ignoro tudo á minha volta, e jogo fora as palavras do meu pensamento, e apago-me na noite fora...

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Dom 12 Jun 2011, 10:56 pm

... e apago-me na noite fora, como o cigarro que sofre em minhas mãos o lento desabafo e o destino de ser abocanhado até à última passa. O corpo não se desfez em cinzas, mas ao mesmo tempo foi amordaçado contra uma parede qualquer, assim como o corpo dos seus irmãos, que para deleite de muitos, se encontram em qualquer canto escuro, em qualquer rua e calçada antiga.

Tudo começou de maneira diferente, e dessa maneira acaba..

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Qui 23 Jun 2011, 1:14 am

E senti-me simplesmente perfeita...
Ali,
naquele pequeno e breve momento de suplício,
entre o ceú e a terra,
tão mais perto do arco-íris,
quase no topo do mundo!
E regalei os meus súbditos olhos sobre ti,
quase no fim do mundo, quase tão mais perto de mim!
E esqueci o tempo, e perdi a vergonha,
e lançei sob as águas geladas e encriptas do vasto e recôncavo esconderijo,
um sorriso denúnciador, em que a única coisa que me passava pela mente eras tu!

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Dom 26 Jun 2011, 11:43 am

Eu? Eu que vergonhas possuo em corpos mil, e sobre a gélida cripta e terreno esconderijo me afasto de ti, como posso eu suplicar também por um pequeno arco-íris?

Tu és o topo do meu mundo, e nesse topo, onde ofego a minha mente que clareia, abro os meus desejos a ti, o teu súbdito olhar em minhas veias recorre a um fim do mundo que não tenta sequer sobreviver. Em ti me perco, dia a dia, passo a passo, e em ti me anseio perder, pois..

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Seg 27 Jun 2011, 3:44 am

A minha constante inconstância


È uma luta constante.....

todos os dias,
por vezes durante horas,
sem um cessar fogo aparentemente á vista.

De um momento para o outro,
o sorriso esbate,
o corpo esmolece,
a mente estremece,
e a vida desmorona.

De um momento para o outro,
o alter ego profundamente incomodativo e egoísta
submerce na alma e gela o coração,
petrifica-me instantaneamente
e revolta o pensamento feroz e volátil.

E eu quebro,
e eu cedo,
e desmancho-me em pedaços de mim mesma,
numa outra versão incapaz,
impaciente,
e torno-me amarga,
descrente,
anti socialmente capaz de ser.

E por vezes, não consigo vencer,
e deixo-me afastar,
submersa em profundezas obscuras e homiziosas,
perco-me na vastidão da amargura dentro de mim.

E por vezes, consigo vencer,
e impeço que vozes ditem as minhas palavras
e chacino alter egos absurdos e belicosos,
e sou capaz de ser apenas eu mesma.

è uma luta constante ... e ao que parece.. perene!
Tento vencer, ainda que quase sempre seja o mesmo fenecimento.

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Seg 27 Jun 2011, 4:30 am

... pois de mim não sei mais dar, senão o todo de mim que já dei, e permaneço inquieta, irrefútivelmente a mesma, incapaz de ceder á razão inconsequente louca ou sensata por demais.
Pois basta, basta deixar de refletir sobre o vento que ainda não soprou, e sobre o mar que ainda não me engoliu, e deixo-me perder-me a mim por esses caminhos de penumbra e incertezas, e não mais anseio pelo fenecimento dúvidoso e eloquente.
Pois que seja assim, como tenha que ser...

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Ter 28 Jun 2011, 11:23 pm

... mas que voltará a ribombar a razão perante esta pequena plateia que me vê, dia após dia, a correr atrás da inquietude. Não deixes nunca de reflectir sobre algo que nunca passou, pois é nesse nunca que poderá residir a minha alegria.
E tal como tu, dei o que tinha e o que não quis dar, mas inquieto, eu mesmo, puro bastardo lusitano, louco e insensato por nunca mais sorrir.
Pois que assim seja, como terei de...

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Qua 29 Jun 2011, 1:01 am

...Irei tentar...
A lufada de ar fresco que me cobriu esta manhã, acendeu de novo o rastilho á muito apagado na devastada esperança de um sinal de segurança, e por isso, irei tentar, pelo menos por mais um tempo, enquanto não esgotar as renovadas forças.
E fecho os meus olhos, recarregados de brilho e esperança, como a criança que nunca viu o pai natal, mas que semrpe espera que na manhã de natal encontre aquele presente que deseja já á tempo demais..

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por Dana_bebek em Qui 30 Jun 2011, 4:09 am

Fazes-me lembrar um velho dia de outono que vivi á muito tempo atrás...
Quando eu era menina de sonhos, e tinha todo o tempo do mundo para dilapidar nos mesmos.
Tudo em ti parecia certo, frugal, seguro... mas como depois me apercebi, também tu eras uma inconstante, ardiloso, pernóstico, um petiz crente no arroubo, nas artimanhas e sedução.
Fizeste-me pisar o risco como na manhã daquele velho dia em que decidi ruar sem guarda chuva, e que acabei no desespero de achar um homizio num desses recôncavos locais na esperança que este fosse um momento fugaz e não perene.
E aqui permaneço eu, assim como que incapacitade de ponderar qual o teu lado mais proporcional á minha pessoa, e que incitará á minha permanência neste mesmo constante momento.

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por komodore em Sex 01 Jul 2011, 12:28 am

Proporciono à minha pessoa, a dúvida, ora laxante, ora arrogante, de um ser altruísta que de dúvida, só a de qual mais idiota ser.

Enquanto outrora deslapidavas os sonhos de menina, logo eu arreganhava mais umas cenas tristes de cortar a respiração a ser que mais se voltava para o romance fugaz e curto. Mas com isto cresci, tornei-me homem e senhor do que queria, não mandando mais a inocência perversa em meu coração, mas sim o meu sobre o querer.

Nunca permaneças incapaz, pois de nada nada tens. Incapaz sou eu, que após tanta verdade, não reconhece ao teu estilo inovador uma revolta ambígua de verdade, ironia e multifacetadas faces de horror premeditado.

Permaneço eu, na ingratidão, nesta solidão como que efémera burra de carga que percorre os trilhos do abismo em busca de um sorriso teu.

komodore
VIP 1001blogs

Mensagens : 14263
Data de inscrição : 12/03/2010
Idade : 37
Localização : Lisboa

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A nossa poesia

Mensagem por qiu em Sex 01 Jul 2011, 3:47 pm

Smile

que poetas nós temos Smile

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 4 de 17 Anterior  1, 2, 3, 4, 5 ... 10 ... 17  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum