Fórum 1001Blogs - Amostras Gratis, Passatempos e Oportunidades!
Olá Convidado, seja bem-vindo ao Fórum 1001Blogs,

Neste Fórum podes ganhar:
1) Amostras Grátis
2) Prémios ao participar em Passatempos Online
3) Dinheiro com várias Oportunidades partilhadas por vários membros.

Para teres acesso ao conteúdo tens que ter o registo completo. Só após validação no teu email, é que poderás fazer o Login! Inventa um Username original, caso contrário, poderás ter erro no registo.

Vê o video para facilitar o registo - https://www.youtube.com/watch?v=g4-p3a4pUGQ



Atenciosamente,

1001Blogs - Pedro Diogo Freitas
APLICATIVO GRÁTIS
Últimos assuntos
» [Testar] PayEachClick - Novo Ptc!
Hoje à(s) 2:20 pm por flavio barbosa

» [Provado] Innocurrent - Site irmao do ayuwage! 55 dolares ganhos
Hoje à(s) 2:10 pm por flavio barbosa

» Passatempo QA Vins Du Portugal-garrafa Tapada Villar DOC Tinto Magnum (1.5L).-16-12-2016
Hoje à(s) 2:02 pm por dezembro

» [Provado] PocketMoneyGPT - Alternativa segura ao Ayuwage, com + de 20 offerwalls, Cashout IMEDIATO de apenas 1 dólar » Recebidos 22,66 USD
Hoje à(s) 12:45 pm por Scavenger80

» [Provado] Clixsense - Paga por clicar em anúncios, fazer inquéritos, ofertas e tarefas -> TOTAL RECEBIDO $1,706.29 -> Última Prova 09/11/2016
Hoje à(s) 12:40 pm por Scavenger80

» [Risco - Provado] MyPayingAds - investe desde $5 e ganha a cada hora
Hoje à(s) 12:36 pm por Dav7

» [Provado] GearBest - Análise de Telemóveis / Dicas / Promoções / Descontos / Videos
Hoje à(s) 12:22 pm por 1001blogs

» [Provado] Banggood - Comprar na China é SEGURO, BARATO E RÁPIDO! (Armazém na Europa)
Hoje à(s) 12:12 pm por 1001blogs

» Passatempo Glimmer le Blonde - candeeiro-11-12-2016
Hoje à(s) 12:09 pm por 1001blogs

» Passatempo Sweet Bunny- 4 prémios-30-12-2016
Hoje à(s) 12:09 pm por 1001blogs

» Passatempo Yellow Rain - Christmas Kit - 15.12.16
Hoje à(s) 12:09 pm por 1001blogs

» [Provado] TVsmiles - Android/iOS - Paga por Paypal (ACTUALIZADO EM 06/12/2016)
Hoje à(s) 12:09 pm por 1001blogs

» Passatempo do grupo e do parceiro Banggood
Hoje à(s) 11:53 am por 1001blogs

» [Provado] Nestlé - Trocar Pontos por Prémios / Produtos - Tutorial completo para mais pontos -
Hoje à(s) 11:48 am por 1001blogs

» Amostras da Nestlé - Snacs para Cães Adventuros - ESGOTADO - [Com Video]
Hoje à(s) 11:31 am por 1001blogs

Parceiros Oficiais


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada





Publicidade

1001 histórias da nossa vida

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Dana_bebek em Sab 23 Fev 2013, 5:12 am

Uma historia mais alegre.


Andava eu no meu 11º e uma vez tive um sonho em que via um rapaz que eu nunca tinha visto e falava com ele na minha escola e por algum motivo que agora ja nao recordo tinha ficado fixada com esse sonho.
Lembro-me de no dia seguinte contar isso a uma amiga minha, ela nao ligou nenhuma claro, passado uns dias ja nem falavamos nisso.
Uns tempos depois, estavamos nos num intervalo e lembro-me que comecei a agarrar a minha colega e a dizer-lhe: É ELE!!É ELE!!!!
coitada ela nao percebia o que se passava e eu insistia no mesmo lol
O rapaz afinal existia e tb era de artes como eu pelo que dei conta que tinhamos aulas em salas frente a frente entao comecei-o a ver sempre, mas como ele era so do 10º ano eu nao queria dizer lhe que o queria conhecer porque tinha sonhado com ele, ainda passava por louca ou coisa que se valha xDD
depois não me recordo como o fiquei a conhecer, mas ficamos amigos, daqueles de escola que a gente passa e diz olha cumprimenta com dois beijo e baza (puramente teenagers) xDDD
depois de sair da secundaria deixei de o ver, e um dia estava eu no meu curso profissional, ai uns 4/5 anos depois, e tipicamente escrevia nos meus cadernos os meus nicknames.. até que a minha colega do lado viu e comecou a fazer umas perguntas estranhas, se eu conhecia alguem assim, se tinha falado com tal no sitio x... e coincidencia das coincidencias... ela era ex namorada do rapaz ahahahah
hoje em dia a gente ainda se fala,apesar de muito pouco, só nos contactamos pela net e de longe a longe. ja passaram uns anos desde a ultima vez que nos vimos, mas acho que nunca me hei de esquecer dele porque acho que ele era mesmo para fazer parte da minha vida de alguma forma, acho que aquele sonho era mesmo a indicação de que eu e ele nos deveriamos cruzar em algum tempo no mesmo caminho.
Enfim, tornou-se uma historia engraçada na minha vida.
acho que nunca lhe contei isto e so espero que ele nao leia aqui xDDD

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Seg 25 Fev 2013, 2:25 pm

Bem Dana...

Obrigado pela tua partilha, ainda bem que gostaste da ideia cat

Quanto à tua primeira história...é bastante triste...li-a antes de ir almoçar e fiquei até agora a pensar nela.
Por vezes não nos apercebemos de quanto a vida é frágil, e de como as coisas e as pessoas nos são tiradas num ápice.

Quantas vezes deixamos de aproveitar momentos, passar tempo com as pessoas que amamos, porque pensamos sempre que haverá outra oportunidade para o fazer?

A vida foi cruel e acabou por te roubar uma pessoa importante, sem que lhe pudesses dizer tudo o que tinhas para falar...é duro...é uma ferida que não fecha, mas a vida continua e tens de seguir em frente, tomando uma grande lição dessa tua história: nunca deixes para amanhã, porque pode ser tarde demais Crying or Very sad

A tua segunda história é bem mais light, achei interessante porque, mais uma vez vemos uma história de sonhos promontórios, coisas doidas que parece que sonhamos e não têm sentido nenhum, mas depois acaba por acontecer tudo.
Estas coisas impressionam-me bem a sério! Surprised

Obrigado pelas tuas partilhas e ficamos à espera de mais histórias tuas e dos nossos amigos, que ainda andam acanhados Razz

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Dana_bebek em Seg 25 Fev 2013, 3:49 pm

obrigada gasosa, pelo que disseste, claro que aqui não escrevi tudo, ou ficavam dias a ler lol
é, a minha vida esta cheia de histórias destas.. umas melhoras outras piores, mas histórias não me faltam... falta mais a coragem para as escrever, porque, dizer, são muitas as que nunca são ditas em voz alta.

mais tarde partilho aqui algumas Wink

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Seg 25 Fev 2013, 4:40 pm

Olha miga...é a vida de todos nós...é assim que ela é...cheia de momentos menos bons, para que possamos apreciar melhor quando as coisas correm bem Wink

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Dana_bebek em Seg 25 Fev 2013, 5:11 pm

sim, mesmo Smile

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por qiu em Seg 25 Fev 2013, 5:19 pm

minha doida a tua vida dava um livro Rolling Eyes

á histórias que nos marcam mesmo não sendo nossas, por acaso também fiquei a pensar desde o meio da manha quando li a história á coisas que não devemos mesmop de evitar de fazer ou dizer .... é a vida

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Dana_bebek em Seg 25 Fev 2013, 5:20 pm

ai se dava.. ainda ontem vi um concurso literario para escrevermos um livro que sera publicado em novembro.. até pensei em tentar Razz

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Seg 25 Fev 2013, 8:09 pm

Olha...não era nada má ideia! Very Happy

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por qiu em Ter 26 Fev 2013, 8:29 am

é tentarem têm as das muita aptidão para escrever Rolling Eyes

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Ter 26 Fev 2013, 10:09 am

:love2:

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Dana_bebek em Ter 26 Fev 2013, 10:25 pm

A minha crescente fobia a cães....

Sim, confesso, tenho vindo a denotar uma cada vez maior fobia a cães.
Começou mais ou menos a uns 11/12 anos, quando fui atacada por boxers.
Nunca fui própriamente fanática por cães quem me conhece minimamente sabe que venero gatos ahahaha, mas também gosto muito de cães, mas os gatos estão no meu top Razz
Começou quando um dia fui com o meu pai para a casa onde ele trabalhava ao fim de semana, já era habitual eu lá ir muitas vezes pois eles têm uma piscina e eu ia muitas vezes para la, mas naquele dia não estava ninguém, e enquanto o meu pai foi com o dono ver uns campos eu fiquei pelos pátios com os cães, dois boxers e um pastor alemão.
Até ali nunca tinha tido problema algum com os cães, conhecia-nos desde que tinham ido la para a casa, era super meigos e eu era fanática por cães daquelas raças.
Acontece que o boxer mais velho comecou subitamente a achar a minha sapatilha muito interessante e a ferra-la, note-se que ele em pé era maior que eu naquela altura, e tinha muita força, então eu quanto mais tentava puxar o pé mais ele achava engraçado e puxava com mais e mais força, tanta foi a força que eu acabei por cair, e entretanto os outros dois cães vieram também e começaram a ferrar;
eu acho que com medo fiquei sem voz, lembro-me de querer gritar pelo meu pai e não conseguir, e comecei a sentir os dentes do boxer no meu pé, e chorava e enquanto isso lembro-me que tipicamente como num filme revi imensas coisas que tinham acontecido na minha vida xD pronto, devo ter pensado que ia morrer devorada por cães lol.
após um tempo eles encontraram-me depois de ter sido arrastada uns valentes metros e o dono, que é médico fez-me logo um curativo e disse logo que me pagava as sapatilhas e as calças, o que para mim na altura até foi algo fixe ( note-se que eu era uma adolescente xD )
Não ganhei ódio nem coisa que se valha aqueles cães, eu percebi que eles queriam apenas brincar, apenas eram maiores e tinham mais força que eu.
a crise, foi que sem me aperceber muito comecei a ganhar medo inicialemente de boxers,quando algum passava por mim eu recusava-me a mexer-me, não lhes tocava, e se pudesse passava para o lado oposto da rua.
Isso era muito estranho até para mim que sempre fui louca pelas raças que são hoje em dia consideradas perigosas.
Cheguei a um pouco em que não tinha medo de me aproximar de um rottweiler desconhecido do que a um boxer que já conhecesse.
Com o tempo piorei, cada vez que um cão se aproxima e se mostre muito energetico o meu primeiro pensamento ao imaginar-me a fazer-lhes festas é a ser atacada e mordida.
Cada vez mais mantenho distancia e evito tocar em cães, mesmo quando vou a casa de amigos e que me dizem que os cães são meigos e eu sei que são mas tê-los ao pé de mim ou a tentar estar no meu colo causa-me uma ansiedade e nervosismo enorme.
Quem sofre mais com isto é o meu Michael, ele é rafeiro mas é tal e qual um rottweiler só que com pelo mais comprido um pouco, e que eu adoro profundamente, mas que as vezes é um pouco violento (ele morre de ciumes dos gatos) e ataca, então eu só quando alguem o segura é que lhe faço festas Crying or Very sad
quando quero brincar com ele faço-o com uma vassoura ( ele fica louco quando vê uma vassoura) e estou sempre a dar-lhes peluches e coisas para ele rasgar o que ele adora fazer e dura apenas uns minutos lol
aqui fica uma foto dele quando o adoptei e agora maior no fim do verão passado a repousar depois da brincadeira.
ele é um fofo, menos quando quer morder!!




[img] [/img]

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Qua 27 Fev 2013, 9:02 am

Bem...estas histórias com cães são complicadas...aconteça o que acontecer, eu sou sempre da opinião que eles tiveram alguma razão para o fazer...o problema é que há psicólogos para entender as pessoas, mas, em Portugal, não os há para os cães...
Posso estar a parecer muito imparcial, mas é a minha opinião.

Ainda bem que, da tua parte, entendeste que realmente eles só queriam brincar, mas acabaram por se entusiasmar e magoaram-te. Não tiveram minimamente a noção do que estavam a fazer...

No entanto, entendo perfeitamente o medo que ganhaste, e, visto que ficas nervosa perto de alguns cães, o ideal mesmo é não forçares esse convívio.
Eles sentem as nossas emoções e adoptam-nas...quer tenhas medo, estejas nervosa, apreensiva, alegre, tranquila...tudo isso passa para o cão, que poderá acabar por ter, novamente, uma reacção indesejada.

Só espero que um dia consigas ultrapassar isso, e começares a brincar com o teu cão, é uma boa opção.
Imagina como ele coitado se sente ao ver que tu só lhe tocas com uma vassoura? Deve ser um bocadinho mau né...

Esta tua história fez-me lembrar de um episódio que passei e que fui mordida...ainda a hei-de contar cat

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por miminha em Seg 04 Mar 2013, 5:24 pm

Já que falaram de sonhos também vou falar de um que tive, mas esse foi um pouco traumático na altura mas agora até tem uma certa piada pelo que sucedeu depois. Uma noite sonhei que o meu avô tinha falecido e ele faleceu passado 2 ou 3 dias fiquei tão assustada que depois comecei a sonhar que as pessoas de quem gostava morriam, comecei a ficar paranóica, uma noite até sonhei que o meu pai me batia à porta e chamava por mim, acordei com aquilo levantei-me e fui até á rua a ver se havia alguém. Andava mesmo doida, até ao dia que me disseram pra ir falar com o padre, senti-me ridícula e envergonhada mas lá fui, mas foi bom porque ajudou-me imenso e o padre só me disse que o que se passou foi uma coincidência. Desde aí nunca mais tive dessas paranóias nem sonhos, a cura foi uma simples frase que me fez cair na real.

miminha
Senior 1001 Blogs

Mensagens : 360
Data de inscrição : 02/10/2012
Idade : 40

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Qui 07 Mar 2013, 9:33 am

Falando em mortes... Rolling Eyes

A minha avó esteve muitos anos doente com um cancro.
Primeiro apareceu na mama, fez a operação e a quimioterapia e esteve 5 anos bem.
Depois reapareceu nos ossos. Voltou a fazer quimioterapia, mas já não havia muito a fazer...ela este quase 1 ano acamada.

Nunca tinha sonhado com ela durante todos esses anos, mas uma noite sonhei que ela tinha morrido.
Acordei aflita e a chorar mas depois acabei por me acalmar.

Na manhã seguinte sai de casa mais o meu marido, e esqueci-me do telemóvel...coisa que nunca tinha acontecido.
O telemóvel do meu marido estava com problemas de rede e dava como desligado.

Cheguei a casa à hora do almoço, vi que tinha várias chamadas e mensagens a dizer que tinham ido com ela para o hospital, para eu atender, para ligar de volta...

Entretanto aparece o meu tio na cozinha, bastante abatido e disse que a minha avó tinha morrido.

Senti-me muito mal por não ter estado presente, nem contactável, naquele dia...

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por qiu em Qui 07 Mar 2013, 11:11 am

São coincidências ..... para as quais existe muitas explicações enão existem nenhumas Neutral


Última edição por qiu em Qui 07 Mar 2013, 4:14 pm, editado 1 vez(es)

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Qui 07 Mar 2013, 3:00 pm

Pois... só sei que desde então, nem eu nem o meu marido, brincamos com os meus sonhos...só para prevenir... pale

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Qui 07 Mar 2013, 3:35 pm

Bom...mais uma história de bichos.
Tinha dito que ia contar da dentada que levei Laughing

Há 15 anos atrás (até parece mal dizer uma coisa destas) a minha melhor amiga tinha pavor de cães, porque tinha sido mordida em criança.
Ora isso para mim era um absurdo...

Um dia, vínhamos da escola, e estava um cão abandonado, enorme, deitado na rua a dormir.
Passava por aquele cão todos os dias, e nunca tinha feito mal a ninguém.

Então eu, armada em heroína da treta, disse-lhe que o cão não fazia mal nenhum, e que lho ia provar...

Então aqui a tonta, foi fazer festas ao cão, com ele a dormir...

O bicho acordou de repente, assustou-se (provavelmente alguém já lhe tinha feito mal) e começou a morder-me a mão, e ladrava e babava-se ao mesmo tempo...
Entretanto empoleirou-se em mim e ainda me rebentou com um fio que tinha.

Se não fosse o pessoal da paragem a vir a correr a gritar a enxotar o cão, não sei o que tinha sido.

Uma senhora veio trazer-me o fio, que nem tinha reparado que tinha caído.

A minha amiga levou-me a casa dela, a mãe desinfectou-me a ferida e levou-me ao Posto Médico para levar um ponto, pois fiquei com o canino dele cravado.

Doeu bastante, tenho a marca do canino, e do ponto, até hoje, e pelo resto da vida, mas não ganhei medo de cães. Soube compreender que o meu comportamento não foi o mais correcto nem cauteloso, e que o coitado reagiu na base do susto.

Compreendi também que, só porque um cão nos morde, não temos de ter medo de todos. cat

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por qiu em Qui 07 Mar 2013, 4:16 pm

Gasosa escreveu:Pois... só sei que desde então, nem eu nem o meu marido, brincamos com os meus sonhos...só para prevenir... pale
estou a ver que sim Rolling Eyes

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Dana_bebek em Dom 24 Mar 2013, 2:27 am

A algumas horas recebi a notícia de um trágico acidente;
Três jovens sofrem uma colisão fatal para dois deles, deixando ainda um em estado grave;
Um deles, era um jovem militar de apenas 24 anos, que teve morte imediata.
A noticía espalhou-se rapidamente entre camaradas e ex camaradas, e logo começaram a circular mensagens de tristeza e desconsolo pelos variados meios de comunicação;
Assim que soube, e quando vi a sua págica de facebook, inúmeras foram as coisas que me vieram a cabeça;
Uma das coisas em que me fixei foi uma frase que o próprio havia colocado publicamente no seu mural, relativamente a pouco tempo e que estranhamente achei que foi o que houve com ele, (apesar de nunca ter convivido com ele, aquilo que me foi dito sobre ele e que pude constatar em tantas das publicações por parte de quem o conhecia) era ela:
"Felizes são os loucos, que vivem pouco, mas vivem como querem." de Bob Marley;
Com ele parece que foi assim mesmo, viveu "loucamente" apesar de tão pouco.
Um outro pensamento imediato foi o meu dia de hoje;
De manhã enquanto passava em frente a uma florista com ramos lindos na rua, comentei que hoje em dia, as pessoas oferecem mais flores a defuntos do que a vivos;
sou sincera quando digo que se alguém quer mostrar que gosta de mim oferecendo-me flores, que seja agora, enquanto posso cheirá-las, enquanto posso desfrutar da beleza e do sentimento que me transmitem enquanto as deleito, e mesmo quando já a maioria diz que são velhas e lixo, eu ainda procuro uma forma de as conservar junto de mim, não só pela beleza de outrora mas pelo significado que lhes atribui apartir do momento em que as recebi.
Confesso que acho muita hipocrisia aquelas pessoas que estao seculos sem falar com alguem mas que vão prontamente a funerais ou a outros locais menos proprios falar do quanto gostavam de tal pessoa e como ela é boa gente e faz falta ( sim, incluindo "familia" pois nem todos temos sorte de ter familia de sangue dentro "dos parametros que seriam considerados ideiais" ); Se faz falta agora, é porque sempre teve que fazer falta, e não só naquele momento!!!
Note-se que me refiro a quem muitas vezes está tao perto de nós e so se lembra de nós quando assim lhe convem!
Digo e já disse outras vezes, se me fizerem a vontade, quando morrer, além dos meus pais e poucas pessoas mais, aceitaria que me fossem velar no meu funeral ( pessoas essas que se contam pelos dedos que tenho, arrisco quase a dizer que os das mãos seriam suficientes)e mesmo que outras tentassem deixar flores, ou condolencias sobre forma alguma, eu não aceitaria, porque foram muitissimos, e não exagero quando o escrevo, os momentos em que precisei de uma mão estendida na minha direcção, e nem um único dedo se ergueu, e revolta-me profundamente que seja preciso alguém morrer para se lhe ser atribuido algum valor!
Estou certa que muita gente discorda do que aqui escrevi, mas por enquanto ainda somos livres de ter cada um a sua opinião, seja ela considerada melhor ou pior do que aquilo que julgamos ser correcto Smile

Dana_bebek
VIP 1001blogs

Mensagens : 12074
Data de inscrição : 02/03/2010
Idade : 29
Localização : gondomar

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Ter 26 Mar 2013, 9:08 am

Gasosa escreveu:Hoje vou então contar a história da Nina e do Ricky.

O Ricky era um Norfolk Terrier preto, de porte pequeno, e a Nina uma adorável rafeira, castanha, parecia uma raposinha.

Ambos apareceram, na companhia de mais alguns outros cães, no meu bairro. Andava sempre o grupo todo...a Nina, mais o Ricky, e mais 2 ou 3 cães sempre atrás dela. Deu para perceber que ela deveria de estar no cio, mas o Ricky já tinha garantido a sua descendência e ficou de guarda para que mais ninguém fizesse marotices com a sua amada.

Para variar, a minha avó teve pena deles e começou a dar-lhes de comer, debaixo de uma escola pré-fabricada, mesmo ao lado da nossa casa. Entretanto, os outros cães aperceberam-se que já não havia nada a fazer, deixando Nina e Ricky sozinhos.

Em pouco tempo, Nina deu à luz 3 crias lindas.
Resultado: levámos a família toda lá para casa! Laughing

Quando as crias já não dependiam da mãe para comer, conseguimos dá-las a pessoas de confiança e com referências, mas agora já não havia nada a fazer...estávamos desesperadamente apaixonados pelo casal sensação...e ficaram connosco.

Passados alguns anos, a minha mãe decidiu levá-los com ela, pois tinha quintal, e lá viveram alguns anos, muito felizes.

Nina sempre foi uma menina meiga e sossegada, mas o Ricky nunca se conformou com aquela vida caseira e fugia muitas vezes por debaixo da vedação. Apesar de todos os esforços, ele conseguia sempre encontrar um buraco. Ia passear, mas voltava sempre para o conforto do lar.

Há coisa de 9 anos atrás, nas primeiras chuvadas de Setembro, o Ricky fugiu pela última vez, deixando uma saudade e uma cicatriz que nunca irá deixar de doer.
Sei que estou a ser egoísta, mas quando morrem, apesar da dor, há um encerramento da história, que a fuga de Ricky não permitiu que acontecesse.
Ainda hoje penso nele, ainda hoje choro quando vejo um cão parecido na rua, ou em fotos no FB. Sad

Por outro lado, a Nina continua connosco até hoje. Muito velhota, coitadinha.
A sua pelagem castanha e brilhante, deu lugar a um manto quase todo branco.
Há algum tempo foi-lhe diagnosticada Leishmaniose, e entre a medicação diária e a eutanásia, a minha mãe escolheu prolongar-lhe a vida, enquanto esta valesse a pena.

O final desta história não vai ser feliz, ela coitadinha já não estará muito mais tempo entre nós, mas embora doa quando partir, ficaremos em paz por saber que tudo fizemos para que ela tivesse a melhor vida possível e que pelo menos foi feliz cat


A minha Nina ontem à noite, virou uma estrelinha no céu

:bigone:

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por qiu em Ter 26 Mar 2013, 9:16 am

Gasosa escreveu:
Gasosa escreveu:Hoje vou então contar a história da Nina e do Ricky.

O Ricky era um Norfolk Terrier preto, de porte pequeno, e a Nina uma adorável rafeira, castanha, parecia uma raposinha.

Ambos apareceram, na companhia de mais alguns outros cães, no meu bairro. Andava sempre o grupo todo...a Nina, mais o Ricky, e mais 2 ou 3 cães sempre atrás dela. Deu para perceber que ela deveria de estar no cio, mas o Ricky já tinha garantido a sua descendência e ficou de guarda para que mais ninguém fizesse marotices com a sua amada.

Para variar, a minha avó teve pena deles e começou a dar-lhes de comer, debaixo de uma escola pré-fabricada, mesmo ao lado da nossa casa. Entretanto, os outros cães aperceberam-se que já não havia nada a fazer, deixando Nina e Ricky sozinhos.

Em pouco tempo, Nina deu à luz 3 crias lindas.
Resultado: levámos a família toda lá para casa! Laughing

Quando as crias já não dependiam da mãe para comer, conseguimos dá-las a pessoas de confiança e com referências, mas agora já não havia nada a fazer...estávamos desesperadamente apaixonados pelo casal sensação...e ficaram connosco.

Passados alguns anos, a minha mãe decidiu levá-los com ela, pois tinha quintal, e lá viveram alguns anos, muito felizes.

Nina sempre foi uma menina meiga e sossegada, mas o Ricky nunca se conformou com aquela vida caseira e fugia muitas vezes por debaixo da vedação. Apesar de todos os esforços, ele conseguia sempre encontrar um buraco. Ia passear, mas voltava sempre para o conforto do lar.

Há coisa de 9 anos atrás, nas primeiras chuvadas de Setembro, o Ricky fugiu pela última vez, deixando uma saudade e uma cicatriz que nunca irá deixar de doer.
Sei que estou a ser egoísta, mas quando morrem, apesar da dor, há um encerramento da história, que a fuga de Ricky não permitiu que acontecesse.
Ainda hoje penso nele, ainda hoje choro quando vejo um cão parecido na rua, ou em fotos no FB. Sad

Por outro lado, a Nina continua connosco até hoje. Muito velhota, coitadinha.
A sua pelagem castanha e brilhante, deu lugar a um manto quase todo branco.
Há algum tempo foi-lhe diagnosticada Leishmaniose, e entre a medicação diária e a eutanásia, a minha mãe escolheu prolongar-lhe a vida, enquanto esta valesse a pena.

O final desta história não vai ser feliz, ela coitadinha já não estará muito mais tempo entre nós, mas embora doa quando partir, ficaremos em paz por saber que tudo fizemos para que ela tivesse a melhor vida possível e que pelo menos foi feliz cat


A minha Nina ontem à noite, virou uma estrelinha no céu

:bigone:
mas ficar-te para sempre no I love you

qiu
VIP 1001blogs

Mensagens : 26823
Data de inscrição : 22/01/2009
Idade : 42
Localização : VILA NOVA BARQUINHA

Ver perfil do usuário http://artecompaciencia.blogspot.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: 1001 histórias da nossa vida

Mensagem por Gasosa em Ter 26 Mar 2013, 9:28 am

Pois vai...sempre foi tão linda e tão meiga... Sad

Enfim...é a lei da vida, ela já estava bem velhota, já tinha mais de 100 aninhos...

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10584
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 2 Anterior  1, 2

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum