Fórum 1001Blogs - Amostras Gratis, Passatempos e Oportunidades!
Olá Convidado, seja bem-vindo ao Fórum 1001Blogs,

Neste Fórum podes ganhar:
1) Amostras Grátis
2) Prémios ao participar em Passatempos Online
3) Dinheiro com várias Oportunidades partilhadas por vários membros.

Para teres acesso ao conteúdo tens que ter o registo completo. Só após validação no teu email, é que poderás fazer o Login! Inventa um Username original, caso contrário, poderás ter erro no registo.

Vê o video para facilitar o registo - https://www.youtube.com/watch?v=g4-p3a4pUGQ



Atenciosamente,

1001Blogs - Pedro Diogo Freitas
APLICATIVO GRÁTIS
Parceiros Oficiais


Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada





Publicidade

A reconquista cristã do casamento

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A reconquista cristã do casamento

Mensagem por cRaZyzMaN em Dom 01 Mar 2009, 4:39 am

O que não falta na Figueira da Foz são donzelas cristãs que, após uma tarde de apostas na roleta, desejam unir-se em casamento com um seguidor do islamismo




Mais de um milénio depois, os mouros estão de volta a Portugal e desta vez querem casar connosco. Em 711 vieram para lutar; agora vêm para contrair matrimónio o que, pensando bem, é quase a mesma coisa, se não for mais sangrento. Por sorte, os cruzados continuam de atalaia e, depois de terem rechaçado a invasão da Península Ibérica, parecem prontos a impedir esta nova e igualmente perniciosa invasão das conservatórias.

Pessoalmente, confesso que não dei por nada. Só sei que os mouros voltaram porque, no espaço de pouco mais de um mês, dois cardeais foram ao Casino da Figueira precatar as moças católicas contra os perigos do casamento com muçulmanos. Eu não conheço uma única senhora que pretenda desposar um muçulmano, nem imagino a razão pela qual os mouros, aparentemente, preferem noivas católicas frequentadoras de casinos. Mas a verdade é que, tendo em conta a frequência dos avisos e o local em que eles são emitidos, o que não falta na Figueira da Foz são donzelas cristãs que, após uma tarde de apostas na roleta, desejam unir-se em casamento com um seguidor do islamismo.

Vivemos em tempos estranhos.

A única senhora com a qual travei conhecimento que casou com um mouro chamava-se Desdémona, e realmente viria a ser assassinada pelo marido, mas não é menos verdade que o principal responsável pela sua morte foi um cristão especialmente pérfido. Suponho que aconselhar as raparigas a evitarem o casamento com mouros que tenham subordinados cristãos particularmente malévolos seja menos eficaz, e até pouco prático, mas de acordo com a minha experiência pessoal é, de facto, o mais apropriado.

Não quero com isto dizer que desconsiderei as recomendações dos cardeais.

Pelo contrário, tomei-as a sério: nunca ninguém me há-de ver casado com um muçulmano. Até porque conheço bem o perigo que corremos quando nos relacionamos com pessoas que interpretam literalmente os textos sagrados, como fazem muitos muçulmanos e o cardeal Saraiva Martins. Mas, em Dezembro de 2007, D. José Policarpo disse que o maior drama da humanidade era o ateísmo. Pouco mais de um ano depois, vem alertar as portuguesas para os malefícios do casamento com gente que acredita e muito em Deus, e esquece-se do perigo que representam os incréus. Não digo que, para impedir os casamentos entre católicas e ateus, volte a entrar num casino. Mas custa-me a compreender que não interrompa ao menos um jogo de poker para avisar as jovens católicas que pretendem casar-se com quem professa o maior drama da humanidade. A minha mulher deveria ter tido a oportunidade de saber o monte de sarilhos em que se ia meter. Estar casada com um palerma que não deseja matá-la por causa das suas convicções religiosas é um drama pelo qual nenhum ser humano devia ser obrigado a passar.

Escrito por

Ricardo Araújo Pereira
15:10 Quinta-feira, 26 de Fev de 2009

cRaZyzMaN
VIP 1001blogs

Mensagens : 11314
Data de inscrição : 06/09/2008
Idade : 33
Localização : Madrid

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A reconquista cristã do casamento

Mensagem por ChøcøLåtë em Dom 01 Mar 2009, 10:47 am

Se elas querem então deixem as mulheres decidirem e casarem-se com um muçulmano, islamico, ateista, xenófobo, racista, um peixe, um bocado de cartão ou com outra coisa qualquer!!

Assim a primeira vez q ela tocar no joelho do próprio irmão e tiver a sorte de o marido ver, então q se prepare porque a coisa mais bonita é ser arrastada pelos cabelos em frente aos proprios pais...

Isto é real, li à tempos um artigo sobre isso de casamento entre cristãs e pessoal desses paises algures no mundo Rolling Eyes

Há coisas fantásticas não há?...

ChøcøLåtë
Mestre 1001blogs

Mensagens : 3284
Data de inscrição : 02/09/2008
Idade : 30

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: A reconquista cristã do casamento

Mensagem por Gasosa em Seg 02 Mar 2009, 2:26 pm

Esta gente é doida...se alguém as avisar e não quiserem ligar pah danem-se. Mad

Agora esse tal de Policarpo que não me lixe nem venha com as tretas dele pois a sua opinião é muito suspeita.
Enquanto eu vivo a minha vida descansada de ateia com o meu marido católico (e somos felizes na mesma) ele que olhe para os padrecos, ou até ele mesmo, que andam por aí nas meninas e alguns até na pedofilia.
Realmente há com cada cínico que até mete nojo.... Evil or Very Mad

Gasosa
VIP 1001blogs

Mensagens : 10573
Data de inscrição : 14/09/2008
Idade : 32
Localização : Alverca

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum